sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Vou contar um negócio.

Lembra quando eu falei que penso em forma de texto e que eu era muito bonita?
Isso ainda acontece e eu continuo bonita, mas aparentemente meus pensamentos que já vêm com correção gramatical e pontuação só acontecem quando eu estou andando na rua, sem papel e caneta, ou qualquer outro meio rudimentar ou tecnológico que permitam a escrita.
Juro pra vocês, amiguinhos, que enquanto andava da Paulista até o metro Vergueiro pra pegar o meu amado Cidade Tiradentes surgiram inúmeras, várias idéias na minha cuca. Teve uma linha de raciocínio que eu fui do início ao fim sem me perder. E eram bons pensamentos.
Quando eu chego em casa, com minhas idéias em forma de textos bonitos e coesos, e sento no computador acontece algum tipo de lobotomia espontânea e tudo o que eu pensei some.
Por isso você está lendo este post de merda.

4 comentários:

glauber disse...

CARAAAAMBA!!
SOMOS DOiS, LARi!!

eu sei como é isso! o famoso "bloqueio mental na frente do pc"! uahsuahsas
dá uma raiva do caramba... por essas e outras que eu evito pensar no meio da rua! (H)
praticamente um Homer Simpson

Augusto disse...

anota seus pensamentos... funciona.

não precisa algoritmizar tudo, mas faz ao menos um esboço.

falco disse...

Esse parágrafo final foi antológico!! Ahaha...

:**

falco disse...

Ah sim! Isso acontecia bastante comigo. Aí eu passei a andar com um bloquinho e canetas na minha mala.

Agora é assim: Pensei -> Escrevi!

Eu sei, é bizarro! Ehehe...